Dia 81 - Dia da Geo

Comentários

Anderson San disse…
Imagens lindas, sempre bela, vc merece todos os momentos especiais que marcaram sua vida nessa caminhada, adorei, mostrei a todos aqui, tem até Padre Valdir, bj linda.

Anderson Sant'Ana
Teresa disse…
Linda essa ideia de condensar os melhores momentos da sua vida num slideshow :)

Muitos Parabéns, Geo! :)
elvira carvalho disse…
Muitos parabéns Geo. Não pelo aniversário que já lhos tinha dado no dia 5, mas pelo Slide e pela partilha que nele faz da sua vida.
Sempre achei que era uma menina linda, e é-o desde bebé.
Uma bebé,uma menina, uma adolescente lindas, só podia dar essa mulher linda que é.
Um abraço e faça o favor de ser feliz.
Anônimo disse…
A rotina é a eutanásia da vida... faz lembrar a história do Jovem que queria viver eternamente e dedica a sua vida a descobrir esse segredo. Consegue-o. Descobre que o segredo da vida eterna está algures num livro velho, numa biblioteca de um país longínquo...ele gasta a sua fortuna para empreender essa viagem...anos depois chega lá... mas o país está em guerra e a biblioteca arde... aflige-se... corre na esperança de que nem tudo esteja perdido... consegue de facto salvar o livro. O segredo era o seguinte:
No rio X, na terra Y ele encontraria uma pedra que tinah o poder de conceder a vida eterna a quem a possuisse ( peço-lhe aqui um pouco de paciência, a história não é assim tão estupida como parece).
Como reconheceria ele a pedra? pois aquela que ele apanhasse e que lhe brilhasse na mão... essa seria a pedra. Ora lá vai o nosso não tão jovem à procura da pedra. Chegado ao rio começa na naascente... e para não correr o risco de apanhar a mesma pedra duas vezes segue um só método.
Apanha uma pedra...não acende na mão...manda para trás... apanha uma pedra ... não acende na mão...manda para trás...dias...semanas...
Apanha uma pedra...não acende na mão...manda para trás... apanha uma pedra ... não acende na mão...manda para trás...Semanas que viram meses...Apanha uma pedra...não acende na mão...manda para trás... apanha uma pedra ... não acende na mão...manda para trás...meses que viram anos...Apanha uma pedra...não acende na mão...manda para trás... apanha uma pedra ... não acende na mão...manda para trás...anos que viram décadas...Apanha uma pedra...não acende na mão...manda para trás... apanha uma pedra ... não acende na mão...manda para trás...
Até que um dia...Velho... muito velho e verde de água... apanha uma pedra e ela brilhou... mas ele mandou para trás...
porquê?... pois era o que fazia há anos... mecanicamente... rotineiramente... como quando fazemos anos... é mais um... ou acordamos de manhã..."mais um dia"...NÃO!!!... é uma nova oportunidade... quem sabe este dia brilha nas nossas mãos»?!!...
Que não seja mais um ano... mas o seu ano.. o que irá ditar o começo de um mundo de brilho...
Um Beijo... quase que estou tentado a não por Vicente... lol... seja feliz
elvira carvalho disse…
Está tudo bem Geo?
Um abraço e boa semana