Dia 168 - Meu Ano Novo

Passei um mês pensando na mensagem de Ano Novo...resultado? São 20:55 do dia 30/12/08, penúltimo dia de 2008 e ainda não tenho essa mensagem...

Cheguei a conclusão de que tenho de ir embora, vou pegar o ônibus, chegarei em casa, meu gato me espera, no sofá apenas lençois, os quartos com as portas fechadas, a árvore de Natal, que minha mãe demorou três horas para montar, apagada.

Chego a conclusão de que não quero escrever uma mensagem agora, quero estar errada.

Quero pensar que a casa não está vazia, que as portas não estão trancadas, que o gato corre feliz com suas bolinhas, que na geladeira tem mais do que água...

Quero pensar que sentado ao sofá estão todas as pessoas queridas, que a mesa conversam animadamente minha mãe, minha avó, minhas tias...

Que minhas afilhadas brincam e sorriem, que na janela está aquela pessoa especial que adora estar ao meu lado...

Sobre minha cama estão minhas amigas, conversando todos os assuntos, dos mais animados aos mais 'tricotados'...altos 'babados'...rsrs...

O som ligado, música animada, samba, rock, sertanejo...tem pra todos os gostos...

Eu entro pela porta, cansada, mas estão todos lá...me esperando chegar, o jantar não tarda...mamãe fez aquele feijão maravilhoso...

E todas as dificuldades perdem seu significado...porque estão todos lá...todos que convivi e convivo, as novas amizades que cultivei...

Não há escuridão, de luzes apagadas. Não há coração partido. Não há solidão. Nem meias palavras. Nem o Não. O Adeus inesperado. O silêncio forçado ou lágrimas sobre travesseiro encharcado, nem palavras mudas de um coração alado...

Chego a conclusão que, não há nada que eu possa desejar que já não tenha. Não há casa vazia que se mantenha em mim, por mais vazia que possa estar a meus olhos.

Não há amor perdido, ele nunca me abandonou, sempre esteve e estará comigo.

Não há sorriso que não me lembre, alegria que não me sustente...

E amanhã quando, finalmente, o Ano Novo romper a meia-noite, todos estarão comigo...

Os de além mar, os que já se foram, os que iram chegar, os que me presentearam com seu amor ou que me deixaram os amar...

A casa que hoje se apresenta só, nada significará...essa casa, não levo comigo...é apenas abrigo.

Mas a casa onde todos estão, a casa onde posso ver seus sorrisos, seus olhares, seus mares, seus beijos, seus abraços...nesta casa, o Ano Novo se cumprirá em todo seu esplendor, cheio de Amor...

Por tudo que representam para mim, por tudo que sou...por tudo que ainda viverei neste lugar!

Por isso a todos desejo Amor!

Deixe-o entrar! E que ele se cumpra em qualquer lugar...pois estará sempre contigo, onde quer que vá...a sua casa, o seu Ano Novo, é onde o seu Amor está!


Feliz Ano Novo!

Comentários

O Profeta disse…
A humildade da água
Uma folha solta no vento
Cai sobre o mundo um manto de fino orvalho
Cada gota aprisiona um pensamento


Que o ano de 2009 seja a chegada aos teus mais
verdadeiros sonhos, que a tua alma encontre as mil cores
do feliz pensamento…


Que os nossos caminhos se juntem no espaço intermédio
entre a ternura e o tempo da viajem.



Mágico beijo
elvira carvalho disse…
Depois de uns dias de ausência, (desta vez foi o pc que foi para o hospital) estou de regresso.
Agradeço-lhe e retribuo os votos de bom 2009.
Um abraço e bom fim de semana


Me perdoe amiga, porque ajudei a ter a sua casa vazia com meu silêncio. Mas a tecnologia tem destas coisas, e nestes dias os tecnicos parece que vão todos de férias.
Lhe desejo que neste ano se concretizem todos os seus sonhos.
Um abraço