Dia 169 - Outrem

Já não escrevo 'romances'...
Também não sou como antes, cortaram-me as asas...
Perdi o som das palavras.
Vivo de metáforas...
Pensam que por um ato meu me conhecem...
Mas sou outra a cada dia que amanhece.
Sonho com um que me desconheça...
Sonho com um amor 'livre', que não estranhe a expressão da Deusa mas que escolha sempre a mulher, que cresce em mim...
Pois a minha maior riqueza está no meu 'levantar'...
e não nos belos passos que me trouxeram até aqui.

Comentários

elvira carvalho disse…
Mais uma vez mudou de visual e com muito gosto.
A foto está muito bonita, e o texto uma maravilha.
Um abraço e bom fim de semana