Dia 170 - Ilusión (Marisa Monte e Julieta Venega)



Uma vez eu tive uma ilusão
E não soube o que fazer
Não soube o que fazer
Com ela
Não soube o que fazer
E ela se foi
Porque eu a deixei
Por que eu a deixei?
Não sei
Eu só sei que ela se foi

Mi corazón desde entonces
La llora diario
No portão
Por ella
no supe que hacer
y se me fue
Porque la deje
¿Por que la deje?
No sé
Solo sé que se me fue

Sei que tudo o que eu queria
Deixei tudo o que eu queria
Porque não me deixei tentar
Vivê-la feliz

É a ilusão de que volte
O que me faça feliz
Faça viver
Por ella no supe que hacer
Y se me fue
Porque la deje
¿Por que la deje?
No sé
Solo sé que se me fue

Sei que tudo o que eu queria
Deixei tudo o que eu queria
Porque não me deixei tentar
Vivê-la feliz
Sei que tudo o que eu queria
Deixei tudo o que eu queria
Porque no me dejo
Tratar de ser la feliz

Porque la deje
¿Por que la deje?
No sé
Solo sé que se me fue

Comentários

Goldfinger disse…
Nova casa, novo visual.

A sua foto deixou-me sem fala, linda princesa brasileira.

Cada vez mais bonita.

Bom domingo, e um beijinho

GOLDFINGER
Brancamar disse…
Olá querida amiga,

Já por cá tinha passado e também tinha visto que tem uma nova foto, maravilhosa, como diz este amigo que comentou antes de mim.
O poema é lindo, as ilusões muitas vezes preenchem-nos a alma, mas porque são ilusões fogem-nos. Resta-nos viver com a recordação.
Beijinhos de muita amizade.
Branca