Dia 67 - "Deixo"

O tempo é relativo assim como nossa realidade
Tudo depende dos "olhos de quem vê"
Espere!
Está ouvindo?!
Estou crescendo.
___________________________________




Eu me lembro sempre onde quer que eu vá
Só um pensamento em qualquer lugar
Só penso em você
Em querer te encontrar
Só penso em você
Em querer te encontrar

Lembro daquele beijo que você me deu
E que até hoje está gravado em mim
E quando a noite vem
Fico louca pra dormir
Só pra ter você nos meus sonhos
Me falando coisas de amor

Sinto que me perco no tempo
Debaixo do meu cobertor

Eu faria tudo pra não te perder
Assim
Mas o dia vem e deixo você ir

Deixo você ir
(Ivete Sangalo - Deixo)

Comentários

elvira carvalho disse…
Bonito o poema da Ivete Sangalo. Ás vezes ouvimos as canções e não nos apercebemos da beleza das letras. Mas gostei mais do post em homenagem ao pai. Transpira amor e orgulho em ser ou ter sido sua filha.
Um beijinho grande
elvira carvalho disse…
Passei por aqui. Já trenho saudades dos seus belos posts. Está de férias?
Volte logo.
jinhos