Dia 211 - Reforma

Desculpe a todos que me visitam e não encontram essa casa arrumada ou com postagens novas. Mas estou mudando de eixo. É impossível nos mudar sem afetar o que está ao nosso redor, é impossível entrar numa bolha e sair totalmente renovada sem que a paisagem ao seu redor mude por completo, sendo assim, procurando meu eixo bagunço meu mundo e todos percebem e são afetados por isso. Mas quanto a isso nada posso fazer por enquanto.

Este ano virei de verde, na eperança de que eu me apresente adequadamente... a mim mesma e consequentemente ao mundo. Vestida decentemente por dentro e não só nas aparências.

O que perdemos e o que ganhamos, não é algo que se explique ou se adeque a ótica alheia, mas é algo que se sente com maior ou menor intensidade dentro da gente. E este tempo de sentir me faz ausente. Com toda sinceridade estou ausente muito mais de mim do que de vocês. E essa angústia de querer estar presente não me faz bem, por isso minhas desculpas. Tentarei estar aqui dentro do possível e cada vez mais, pois tenho muito carinho por este espaço e por todos os meus amigos.

Percebem que não me decido nos templates? Nada aleatório, apenas reflexo do meu momento.

Até logo!

Beijos

Geo

Comentários

elvira carvalho disse…
Feliz Ano Novo amiga. Muita paz, muita luz, muita saúde, e tudo o que mais desejar.
Oxalá encontre o seu farol. Eu ando um bocado perdida. A vida não tem sido boa mãe para mim.
Um abraço
BRANCAMAR disse…
Olá Geo,

Sudade que eu tinha de vir a esta tua página, de te ler. Estou a gostar das transformações. Eu também sou assim, quando mudo é em câmara lenta, com calma.
Aqui a seguir à minha amiga Elvira venho desejar-te um bom ano de 2011e pois que comeces de verde por dentro e por fora, que é a côr da esperança, a esperança que o teu país deve ter neste momento e que todo o mundo precisa.
Até breve minha querida, virei ver as próximas transformações.
Beijinhos
Branca
BRANCAMAR disse…
Ah, esqueci-me de dizer que adorei sua terra, o vídeo é maravilhoso, um sítio cheio de encantos.

Beijos
Branca
Cura-Te disse…
Como toda reforma há sempre uma data de início, mas como prever quando chegará ao "acabamento"?