Dia 54 - "Se" será se "é"


O que é, "é".

O que "queremos que seja", será ou não.

Dispensamos tanta atenção ao que "queremos que seja", que o "é" passa.

O "é", é fato, presente de direito, não há outra colocação. O que "queremos que seja" anda de mãos dadas com o que "queríamos que fosse", cada um no seu tempo, mas no mesmo espaço, contrariando qualquer lei da física, são corpos materializados em nossos pensamentos ou vontades, que ainda se concretizarão ou não ou que em algum momento não se concretizaram.

Enquanto fazemos uso do "queremos que seja" o "é" fica de fora, e fora ficamos ao nos iludirmos achando que o que "é" não "é" porque não é o "queremos que seja", e de fato, o presente se torna o que não "queremos que seja" e é de fato um "queríamos que fosse".

Conjetura - dizemos a nós mesmos, mas também pode ser sonho, hipótese, desejo ou meta, o "é" então torna-se apenas um degrau para o que "queremos que seja", enquanto o "queremos que seja" torna-se presente.

Parece confuso? E "é", de fato.

Se não acha, pare e pense neste momento, no que ele "é", no que ele poderia ser (hipótese = queremos que seja) e no que gostaria que ele fosse (queremos que seja + pitada de pessimismo ou pensamento de que não será = queríamos que fosse).

Entedeu?

Fica mais ou menos assim:

O que "é", é passado. O que "queremos que seja", presente. O que "queríamos que fosse", futuro de uma vontade expressada sem tempo. Enquanto o tempo que "é" passa, e o que "queremos que seja" torna-se passado, por não termos feito nada como "queríamos que fosse".

A questão toda se resume então ao "é", realidade, em tempo, que se bem utilizada tornar-se-há um "queremos que seja" e portanto um futuro certo de um presente bem aproveitado.

E o "queríamos que fosse" não foi, já "é".

Comentários

Rodrigo disse…
Oi, achei teu blog pelo google tá bem interessante gostei desse post. Quando der dá uma passada pelo meu blog, é sobre camisetas personalizadas, mostra passo a passo como criar uma camiseta personalizada bem maneira. Até mais.