Dia 183 - Quite

Foi uma pontada, uma só...do lado esquerdo, abafada, uma ardência e depois um nó...
Foi um olhar desacreditado, daqueles que mesmo diante do fato, ainda precisam de mais resultados...
Foi o sonho que não se viveu, o amor que não era doce e também não aconteceu.
Foi como estou dizendo...
Passou correndo, passou, não ficou.
Aquele sorriso constatado, não era forçado, mas também não era eu que estava do lado.
Foi...o que nunca foi...e o que poderia ter sido, não foi...morreu comigo.
Agora, com o peito ardendo, foi também, e definitivamente, meu último apego.
Cansei de estar enganada, procurar menos do que mereço...este foi...
Não é mais, ainda bem!
Foi...a última parcela do meu preço!

Quite.
2 comentários