Dia 199 - Todo amor que lhe tenho

Hoje faz um mês e sete dias que meu último relacionamento acabou. Hoje ele está namorando. Passaram as juras de amor, mas esta afirmação estaria desconsiderando a mágoa que ele sentiu ao término da relação, eu também não estou considerando os meus motivos, que foram muitos e talvez para outro triviais.

Hoje repassei em minha mente as relações que ao longo dos anos foram ‘construídas’ e ‘desfeitas’. Todas as promessas eternamente insatisfeitas e todo o amor que se achou fora e que dentro se perdeu.


Hoje, não só hoje, percebo que não posso julgar aquele que a felicidade procura, sempre adiante. Comigo não é diferente.

Talvez eu tenha nele acreditado, mas não há mal em sonhar. Eu só queria que aquele mundo inventado existisse, que pessoas felizes não ficassem tristes e que o ‘eu te espero’ não fosse um... Até o próximo inverno...

Talvez eu soubesse todo o tempo que o verão iria passar... As muitas primaveras que tenho trouxeram-me um aprendizado a mais... muitos invernos sozinha, muitos carnavais, muitas juras rompidas e muitos amores banais... minhas primaveras me disseram e só agora eu acreditei...

Que aquele “todo amor que lhe tenho” não pertence a ninguém.







6 comentários