Dia 344 - Enquanto isso no "Palácio sem Justiça!!"

Acordar todos os dias, trabalhar, retornar a casa e ouvir sempre o mesmo discurso político.
Pior é constatar que somos obrigados a escolher, dentre os muitos “que nada valem” alguém para nos representar.
Pessoas que não possuem mais direitos do que eu e você, aumentando seus próprios salários enquanto a maior parte do povo não ganha nem para sua dignidade.
Dignidade nossa que é afrontada ao ouvir nossa presidente se pronunciar, num dia de extrema relevância social, se aproveitando do espaço para se colocar igual e nos chamar a todos de “idiotas”.
Eu não espero que concordem com minhas palavras, eu apenas me pronuncio usufruindo de um direito que nossos representantes também possuem e o fazem mal, muito mal! Dizer o que penso.
É preciso ter muito mais que lucidez, é preciso ter sangue frio, para ir ao supermercado comprar comida para sua família e sair de lá sem a maior parte do alimento de que necessita.
É preciso ter muito sangue frio para ouvir, como ouvi hoje pela manhã (09/03/2015) do Sr. Presidente da Câmara de Vereadores de Vitória, replicando o jornalista que lhe questionava o salário de R$ 34.000,00, ao que ele dizia:
- “E você acha muito R$ 34.000,00 para distribuir a 20 assessores?”
E a 20 professores Sr. Nami? Acha que se somar o salário de todos daria R$ 34.000,00?
A política, tão necessária a uma sociedade democrática está sendo prostituída por interesses pessoais distorcidos, aproveitadores da ignorância alheia e de uma minoria, que se lúcida, é amputada por mentiras.
Triste, ler nos noticiários, todos os dias, pessoas morrendo por falta de assistência médica, segurança, negligência...
Vai Sra. Presidente! Para um pronto socorro do SUS! Leva um filho seu, um parente ou até mesmo você... Ouve, enquanto arde em febre e/ou dor, que não tem médico. Fica horas andando de uma lado para o outro, assistindo o sofrimento de alguém que ama profundamente se sentindo um amputado, um inútil por nada poder fazer. Vai e espera, sentada, seus governantes se importarem com você!
Vai Sr. Nami! Abra a dispensa e veja que não tem nada para comer, não tem dinheiro para pagar um aluguel, sua luz vai ser cortada e no pouco tempo que tem liga sua TV para escutar que R$ 34.000,00 não é nada.
O que é tudo então, minha gente?!
O que é tudo isso?! Verdade?! Ou palhaçada?!
Não precisamos ir as ruas em dias pré-estabelecidos, basta colocar na cara, apenas para ficar explícito, o nariz de palhaço que nos atribuem sem dó!
Todos os dias, acordamos, tentamos comprar um pão, sendo cada a R$ 1,00 praticamente, tomamos banho com medo de faltar a água, e as vezes nem leite para os filhos tem... Vamos trabalhar na maioria das vezes para ganhar o mínimo, um salário ridículo, e nosso uniforme está lá... O nariz de palhaço!
Triste, muito triste, nos chamarem de “Burros”, nos fazerem de “Otários”, tudo com palavras cuidadosamente estudadas, quem nem sequer foram escritas de próprio punho por quem as pronuncia, mas, quem sabe por um dos 20 assessores políticos que o dito cujo tem.
Talvez, por isso elas não condizem com a realidade, pois esse tipo de política não vive a realidade, eles a manipulam em benefício próprio.
Eu não vou aqui me preocupar com palavras bonitas, pois não foi isso que passou pela minha cabeça de ontem para hoje.
Eu quero é justiça!! Não favores!!
Vocês não fazem mais do que cumprir a obrigação e responsabilidade de suas atribuições!!
Sra. Presidente promulgar uma lei que defende a mulher, não é algo surpreendente, digo que já é tarde!! Quantas já morreram enquanto vocês julgavam outras prioridades??
Eu queria ver um vereador andando na rua, sem ser época de eleição. Alguém viu?? Onde estão??
Batendo ponto e enchendo cartão (de crédito).
Vergonhoso dizer que o Brasil vai aguentar “a crise” porque é forte. É forte de tanto sofrer, por sobrevivência e não opção. E porque somos fortes nos jogam a cara mais dificuldades e somos obrigados a engolir, passar a seca (que não é de água) de moral e justiça.
A seca d’água a natureza, um dia, pode resolver.
Mas a seca de dignidade humana, de moral e civismo, essa é provável que eu e muitas gerações além de mim morram sem entender ou ver acabar.
Essa crise não é internacional Sra. Presidente, essa crise é consequência de mentira, de roubos, da malandragem, da falta de justiça, da bandidagem, da má administração de nossos recursos (todos eles!!), da falta de ética e amor ao próximo, da falta com a palavra ao povo!!

Estão tirando de nós, muito mais que recursos financeiros, estão tirando o orgulho de sermos brasileiros!!

Postar um comentário