Dia 76 - Consegues ver beleza na dor?

Estava navegando na internet, sem a pretensão de escrever no Blog hoje, mas procurando algo que me despertasse nesta manhã de domingo, quando me deparei com a foto abaixo, fiquei um bom tempo a comtemplando sem entender por que via tanta beleza em tamanha demonstração de saudade.

Será que é por que também a sinto?

Justiça seja feita, essa foto foi tirada por Pedro Valadares da sua série "Tristeza e Saudade" feita no cemitério de Santo Amaro (inaugurado em 1851), localizado na cidade de Recife - PE/Brasil.

Não conheço Recife, o Brasil é muito grande, posso passar a vida inteira sem conhecê-lo totalmente, mas ninguém passa a vida toda sem saber o que é saudade.

Diferente da palavra que só existe no português, o sentimento é compartilhado por todas as pessoas, seja por um ente querido que se foi, pelo amor perdido, pelo filho distante, pelos dias de glória, pelos anos dourados, pelo almoço de domingo, pelo sorriso guardado, pelo dia partido...não importa...

Tem uma parte na peça de Shakespeare, Romeu e Julieta, que Julieta diz que uma Rosa teria o mesmo perfume mesmo que não se chamasse "Rosa"....


Ah Saudade!! Também a sinto...e mesmo que não tivesse esse nome ainda assim seria parte de mim...
Bjs Geo.
5 comentários