Dia 335 - O que não quer se calar

O que espera que eu diga?
Se falo de amor ou ferida, é assim que sou.
Solta e tímida...
Um paradoxo em mim.
Nasço e morro sem fim...
Renasço, reinvento e sou como todos...
Simples assim... (Será?)
Contradição sem contexto...
Como espera que eu sinta?
Só sei sentir assim.
Me ame ou me diga...
Que pode viver sem mim
e então se vá!
Mas se ficar, apenas tente entender que eu só sei ser,
não sei estar...
Para me sentir viva
Não posso “fincar âncora” na vida...
Apenas no coração.
Por isso, o que quer que eu diga...
Apenas... Lembra de mim...
Simples assim...
E um dia... (quem sabe!)

Me conhecerá.
Pintura Paixão (foto), de Simon Abuhab, premiada com a Medalha de Prata no Salon International M.C. de Cannes em 2007.  
Postar um comentário