Dia 114 - Um Fado

Um fado

Chorado

Sonhado

Por uma bela voz entoado

Um fado

De tramas, de cores, no peito marcado

De danças, sabores, nunca antes experimentado

Um fado

De amor e de dores

Com história

Conquistas e glórias

Mas também de gestos modestos

Um fado

Que cante meu canto

Que cale meu pranto

Que faça gritar

Que tire de mim

O que teimo em calar

Neste peito, a dor

De um fado de amor

Que ainda não se concretizou

Meu fado

Canto mudo

De um coração alado
2 comentários